O que é Landing Page: um guia para gerar páginas que convertem

Landing Pages são páginas de um site com um foco principal: conversão. Assim, essas páginas de conversão possuem menos elementos que uma página tradicional, focando apenas na oferta central oferecida por ela.

landing page

O principal ponto de uma estratégia de Inbound Marketing é conseguir atrair as pessoas certas por meio de seus canais digitais, como sitesblogs. Mais que isso, deve ser capaz de fazer com que elas queiram consumir ainda mais conteúdos e, assim, caminhem pelo seu funil e se tornem clientes.

Para que essa trajetória aconteça de fato, é preciso converter essas pessoas. Não existe uma estratégia melhor de conversão que o uso de Landing Pages.

Por isso, vamos ensinar tudo o que você precisa saber, não só para entender mais sobre Landing Pages, mas também, para criar uma estratégia que realmente impacte a conversão em seu funil e, consequentemente, os seus resultados. Neste post, abordaremos os seguintes tópicos:

    Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

    Não se preocupe, não fazemos spam.

    Tem curiosidade para saber mais sobre o assunto? Então, é só continuar a leitura!

    O que são Landing Pages?

    Landing Pages, também conhecidas como páginas de destino, têm como foco principal a conversão dos visitantes. São páginas com poucos elementos e focadas em apenas um CTA principal, evitando distrações e garantindo a conversão desejada.

    Imagine o seguinte cenário: você está atraindo milhões de visitas todos os meses para o seu blog ou site, porém, não consegue levá-las para o próximo passo, que é continuar caminhando pelo funil de vendas em direção à compra. Na teoria, todas essas visitas são ótimas, mas na prática, elas não estão realmente impactando o seu negócio.

    Para isso, são criadas páginas específicas, que deixam de lado elementos que possam distrair a atenção do usuário. Entre eles, menu, excesso de texto ou outras informações que são dispensáveis para o objetivo, que é fazer com que o usuário realize uma ação.

    Veja um exemplo:

    landing page

    No geral, dentro de uma estratégia de Marketing, essa ação é preencher um formulário em troca de algum conteúdo de mais valor — o que nós chamamos de materiais ricos —, como ebooks, infográficos, planilhas ou qualquer outro conteúdo que seja bom o suficiente, a ponto de valer o fornecimento de seus dados.

    Porém, uma Landing Page também pode conter uma oferta especial, a conclusão de uma compra ou qualquer outra ação que faça sentido dentro da sua estratégia.

    Qual é a diferença entre Landing Page e site?

    Apesar de algumas pessoas pensarem que ambos são sinônimos, existem diferenças entre Landing Page e site. Conforme acabamos de explicar, a Landing Page tem a função de conversão em leads, enquanto o site oferece conteúdo relevante para o seu público.

    Portanto, dentro da sua estratégia digital, é importante que o seu site tenha uma boa estrutura de SEO para que seja encontrado nos motores de busca. Por isso, uma boa dica é que a Landing Page seja divulgada em CTAs dentro do site, para transformar os visitantes em leads.

    Quais são os tipos de landing pages?

    Conhecer os diferentes tipos de landing page é muito importante para assegurar o sucesso nas estratégias de marketing de qualquer negócio. Dessa forma, é possível determinar qual delas deve ser utilizada em cada momento para obter o máximo desempenho das páginas e ter alta conversão.

    Uma boa landing page pode ser o diferencial para o seu negócio se destacar frente à concorrência e otimizar os lucros, mesmo com poucos recursos. Se você quer saber mais sobre os tipos de páginas existentes e como usá-las nas estratégias de marketing, continue a leitura e confira.

    Landing pages de captura de leads

    Esse tipo de página é uma excelente opção para quem deseja prospectar potenciais consumidores. Elas podem ser usadas para obter informações úteis junto aos clientes, como email, telefone e nome, oferecendo, em troca, um conteúdo de valor que seja atrativo.

    Assim, as empresas podem utilizar estratégias com essa página para aumentar a lista de emails dos potenciais clientes e melhorar o acompanhamento durante o funil de vendas. Portanto, tais páginas podem ser uma excelente alternativa para iniciar um relacionamento com o potencial cliente de uma maneira simples e barata.

    Squeeze landing pages

    Essa é a forma mais simples de landing page existente. Ela pode ser utilizada com o intuito de fazer o potencial cliente tomar uma ação que a empresa deseje. Assim, é viável investir nesse tipo de página para incentivar um usuário a conhecer mais sobre um produto ou serviço, ganhar seguidores no Instagram ou aprofundar alguma informação.

    Também é possível utilizar a squeeze page para fazer uma oferta bem específica. Por exemplo, imagine que sua empresa trabalhe com a venda de cursos online. Por meio de tal página, você pode oferecer desconto em seu produto e incentivar o cliente a ingressar em seu curso com tal benefício.

    Landing pages de eventos

    Como o próprio nome sugere, esse tipo de landing page serve para organizar as principais informações para a audiência quanto a um evento. Nela, é possível incluir as atrações, os horários das atividades, quais personalidades estão envolvidas e a programação completa, seja para eventos físicos, seja no ambiente digital.

    Além das informações básicas, é possível usar a página do evento para engajar a audiência e mostrar os benefícios e transformações que o evento pode promover. Seja com foco no lazer, seja o desenvolvimento profissional ou em busca de networking, você pode mostrar o que o participante é capaz de obter ao fazer parte do seu projeto.

    Landing pages de vendas

    Uma landing page voltada ao objetivo de vendas deve ser usada para promover uma oferta, sendo que ela é um caminho pelo qual os visitantes são direcionados em seu estágio final do funil de vendas. Assim, essas páginas têm como principal intuito a conversão em vendas.

    Nela, podem ser incluídas todas as informações que o cliente precisa saber sobre um produto ou serviço específico. É uma forma rápida e fácil de informar aos leads quais os benefícios associados a sua oferta.

    Isso não significa que a página deve ser excessivamente longa, apenas suficiente para que o leitor tire suas dúvidas quanto ao item que está à venda e confira as principais provas sociais de que ele é eficaz e capaz de atender a uma necessidade ou desejo de quem adquire.

    Viu como existem diversos tipos de landing page? Por meio desses modelos, é possível atender a diversas necessidades do seu negócio. Seja para organizar um evento, seja para potencializar suas vendas, entender como usar uma landing page permite que sua empresa desenvolva estratégias de marketing mais completas e eficientes para se relacionar com seu público.

    Qual a relação entre oportunidades de negócio e Landing Pages?

    Mas você pode estar pensando: “por que eu quero que os meus visitantes preencham esses formulários e realizem essas ações?”. E a resposta é simples: gerar leads.

    Leads são oportunidades de negócio para a sua empresa. Afinal, como dissemos lá no início, é muito bom receber visitas, mas apenas o aumento no número de visitantes não faz nenhum negócio crescer.

    Por isso, munido de informações de contato do seu potencial cliente, como nome e email, você tem a chance de:

    • começar a construir um relacionamento mais próximo com ele, aumentando sua confiança e empatia;
    • entender exatamente quem são as pessoas que acessam os seus conteúdos e se elas têm realmente o perfil do seu cliente ideal;
    • munir o seu time de vendas de oportunidades que podem ser contactadas a qualquer momento, para finalmente, realizar uma venda.

    Logo, a conversão nas Landing Pages é uma excelente estratégia para encaminhar os seus visitantes até o próximo nível, seja de relacionamento, seja a própria compra.

    Por que as Landing Pages são fundamentais para uma estratégia de Marketing?

    Apesar de serem excelentes ferramentas de geração de leads, esse não é o único motivo pelo qual Landing Pages são essenciais em sua estratégia. Além disso, elas também são responsáveis por alguns aspectos que apresentamos, a seguir. Acompanhe!

    Facilitar o seu Lead Scoring

    Lead Scoring é uma forma de priorizar os leads que são mais “quentes” dentro da sua estratégia, ou seja, que têm maior potencial. Isso acontece por meio de pontos dados para cada contato, de acordo com as ações realizadas por eles.

    Desse modo, se o seu visitante tem uma conversão em um material de fundo de funil, ele possivelmente está mais pronto para a compra. Por isso, deve ser priorizado pela sua equipe de vendas.

    Com isso, você facilita o trabalho do seu time de vendas, otimiza a sua conversão, aproveitando as melhores oportunidades, e ainda constrói um bom histórico dos seus contatos, munindo tanto os seus vendedores quanto o seu Marketing de informações valiosas.

    Para isso, você só precisa de uma boa ferramenta de Landing Page — falaremos disso mais adiante — e da definição de uma pontuação para os conteúdos que mais fazem sentido dentro do seu funil.

    Segmentar os seus contatos

    Além disso, dependendo da conversão do seu contato em determinado material, ou da informação pedida no seu formulário, você consegue segmentar melhor os seus potenciais clientes. Se você atua, por exemplo, com mais de um produto — e, com isso, mais de uma persona —, é possível distinguir essas pessoas por meio da conversão na Landing Page.

    Outra possibilidade é conseguir saber exatamente quem são as pessoas interagindo com você, especialmente, para negócios que não atendem a um segmento ou porte de empresa definido. No caso de mercados B2B, definir, por exemplo, uma pessoa dentro da empresa cliente que é mais interessante para contato é outra saída.

    Diminuir o seu custo de aquisição de clientes

    Landing Pages também são uma opção extremamente mais barata de geração de oportunidades para o seu negócio. Imagine outras maneiras de conseguir tantas informações, especialmente, de pessoas que têm interesse em você.

    Seriam necessárias várias horas de ligações, além de centenas de entrevistas. Ou seja, ações que dão muito trabalho e, consequentemente, custam bem mais!

    Com uma divulgação adequada e uma boa estratégia, uma única Landing Page pode ser o motor de todo o seu mês de vendas, gerando oportunidades suficientes para nutrir a sua equipe de vendedores e aumentar o seu potencial!

    Quais são os principais elementos de uma Landing Page?

    Agora que você já sabe exatamente o que são e a importância das Landing Pages, é fundamental criar páginas que realmente atendam a essa demanda: conversão. Para isso, existem alguns elementos que são indispensáveis para uma Landing Page de sucesso.

    Vamos usar uma Landing Page de exemplo para que você consiga entender exatamente cada ponto. Acompanhe!

    Oferta

    As pessoas não vão, simplesmente, entrar em uma página do seu site ou blog e começar a preencher formulários com suas informações pessoais. Por isso, você precisa ter em mente que a oferta de uma Landing Page precisa gerar muito valor para quem visita aquela página.

    Dessa forma, um conteúdo que elas encontrariam em qualquer outro blog, por exemplo, não é uma boa opção. Por isso, pense fora da caixa, entenda exatamente quem é a sua persona e quais são as necessidades dela. Com isso, você terá diversos insights de ofertas que podem realmente encantá-la, a ponto de preencher o formulário só para ter acesso.

    Falaremos um pouco mais sobre boas opções de oferta um pouco adiante. Mas, no caso do exemplo, separamos o material sobre o Google Analytics.

    Título

    Além disso, é fundamental deixar uma mensagem clara sobre o que está sendo oferecido na página. Primeiro, para que a pessoa fique interessada e para que ela não se sinta enganada, e continue convertendo com você.

    Dessa forma, pense em um título chamativo, simples, compreensível e que faça jus a sua oferta. Deixe claro, também, o tipo de conteúdo que as pessoas vão encontrar ao preencher esse formulário: se é um e-book, uma consultoria ou uma newsletter, por exemplo. Afinal, é muito frustrante preencher um formulário achando que vai encontrar um tipo de produto e, no final, receber outro que não era do seu interesse.

    CTA

    Outro ponto importante são as chamadas Calls to Action, ou “CTAs”. Elas são aqueles botões ou textos que convidam a pessoa a realizar uma ação, geralmente, com frases no imperativo, como:

    • baixe agora;
    • acesse o conteúdo completo;
    • receba o material;
    • agende sua consultoria.

    Esse é um exemplo de CTA que usamos aqui na Rock:

    Exemplo de CTA

    É fundamental que o CTA seja claro, objetivo e que ajude o visitante a entender qual ação ele está realizando e, ao mesmo tempo, faça o convite para realizá-la.

    Descrição

    Algumas pessoas dispensam essa etapa, mas, na prática, isso vai depender muito mais da sua persona do que de qualquer outra coisa. Porém, caso você opte por uma descrição, é fundamental que ela passe uma mensagem, de maneira sucinta, sobre o objetivo da oferta e o valor que ela pode gerar para quem converter.

    Veja como a descrição usada aqui é bem objetiva:

    Descrição de um ebook

    Se você não quiser usar, não tem problema: só é preciso deixar bem claro para o visitante o que está sendo ofertado.

    Conteúdos visuais

    Os conteúdos visuais, assim como o título e a descrição, ajudam o seu visitante a realmente compreender o que está sendo ofertado na Landing Page, com algumas vantagens: são muito mais claros e atrativos que os elementos verbais.

    Pense por um momento que você foi direcionado a uma LP e, automaticamente, um vídeo explicativo sobre o material do seu interesse começa a passar. Se ele for didático e de fácil compreensão, além de poupar um bom tempo de leitura, é bem mais provável que você seja convertido.

    Para ser mais exato, de acordo com um estudo da Eyeviewa chance de conversão, nesse caso, seria 80% maior que em uma Landing Page comum. Esse é um ótimo exemplo de uso de recursos visuais em uma Landing Page.

    Formulário

    Essa é a parte que mais interessa, não é mesmo? Afinal, os formulários são outro aspecto muito importante de uma Landing Page, especialmente, porque eles serão o “pagamento” que você receberá em troca daquela oferta.

    Por isso, deixe claros todos os campos que a persona deve preencher. Facilite a vida de quem está realizando esse processo, dando opções práticas de preenchimento — como campos suspensos, em que a pessoa só precisa escolher uma opção — e seja o mais breve possível.

    Trouxemos mais um exemplo, retirado de uma das LPs já usadas aqui na Rock, para ajudar a compreender como você pode desenvolver formulários capazes de extrair as informações mais essenciais para o seu negócio:

    Exemplo de formulário

    Tenha atenção: cada novo campo de um form como esse é um empecilho no caminho da conversão do seu potencial cliente. Por isso, você deve ser bastante cauteloso.

    Como saber quais informações eu devo pedir no meu formulário?

    Essa é, possivelmente, uma das perguntas que mais ouvimos aqui na Rock. Afinal, o formulário tem que ser pequeno, mas queremos saber tudo sobre o visitante… E aí?

    Nesse caso, a pergunta que você deve se fazer é: quais são as informações indispensáveis para que eu saiba se aquele visitante é mesmo um potencial cliente de qualidade? Existem dados que você até gostaria de saber, mas que, na prática, são dispensáveis para que tome alguma decisão sobre o futuro daquele lead.

    Por outro lado, se você não pede informações suficientes para entender isso, você estará perdendo uma grande oportunidade. Algumas informações são padrão, como:

    • nome, afinal, você quer saber quem é a pessoa;
    • e-mail, para ter um canal de contato com ela e poder fazer uma boa nutrição.

    Fora isso, você terá que avaliar o seu modelo de negócio e as características que tornam uma pessoa um potencial cliente.

    Se você é B2B, por exemplo, é importante saber o nome da empresa em que o seu lead trabalha, para entender se ele tem ou não as características de um possível cliente. Além disso, é válido conhecer qual é o cargo da pessoa, para saber se ela tem poder de tomada de decisão.

    Se você é B2C, geralmente, as informações de contato podem ser mais simples. No geral, quanto mais complexo for o seu produto, maior valor agregado ele tiver e mais longo for o ciclo de compra, mais informações você poderá pedir, e mais valor deverá gerar com os seus conteúdos.

    Já se os seus produtos forem de baixo custo, com venda em larga escala e fácil comercialização, você pode ficar satisfeito com a solicitação de menos dados.

    Como criar Landing Pages que convertem?

    Você já percebeu o quanto uma estratégia que conta com Landing Pages pode melhorar os seus resultados, tanto na geração de leads quanto para agregar valor para a sua persona. Além disso, já entendeu como ela pode ajudar a conhecer mais sobre o seu público e ainda aumentar o tráfego dos seus canais.

    Por isso, agora é hora de aprender, na prática, como gerar Landing Pages que realmente convertem os seus visitantes e ajudam a bombar a sua estratégia! O Peçanha, nosso guru do Marketing Digital, deu ótimas dicas, nesse vídeo.

    Como otimizar as Landing Pages?

    Depois que a sua Landing Page estiver criada, ou ainda no processo de criação, você deverá começar a pensar em maneiras de otimizá-la, ou seja, deixá-la o mais atrativa possível para gerar o máximo de conversão. Para isso, existem algumas técnicas e estratégias que podem facilitar a sua vida, além de impactar muito os seus resultados. Acompanhe!

    Benchmarks

    Antes mesmo de começar, você pode fazer uma pesquisa e entender o que empresas da sua área de atuação, que inspiram ou que são cases de sucesso, têm feito no quesito Landing Page. Assim, você conseguirá boas ideias para começar a implementar o seu processo de criação, e não terá que partir do zero.

    Esses benchmarks também são uma excelente opção quando a sua estratégia já estiver rodando e você quiser aprimorar alguns elementos.

    Testes A/B

    Uma das grandes maravilhas de Landing Pages, e que são fundamentais para aumentar a sua conversão, são os testes A/B. Eles funcionam da seguinte forma: você escolhe um elemento — sempre um de cada vez — para testar. Pode ser, por exemplo:

    • imagem;
    • cor da CTA;
    • texto da CTA;
    • disposição dos elementos;
    • título;
    • descrição.

    Enfim, as possibilidades são inúmeras. O importante é colocar o teste no ar e entender qual das possibilidades trouxe mais conversão para os seus materiais, e pronto: você já estará gerando mais resultados a cada teste com as suas LPs, e descobrindo o que realmente funciona para o seu público.

    Esses testes são facilmente executáveis por meio das ferramentas de automação de marketing. Mais adiante, daremos algumas sugestões de boas ferramentas para você utilizar.

    Forms inteligentes

    Outra excelente prática permitida em algumas ferramentas de automação são os forms inteligentes. Funciona da seguinte forma: assim que uma pessoa baixar um conteúdo em uma das suas Landing Pages, ela estará fornecendo excelentes informações de contato, certo?

    Munido desses dados, você vai começar uma estratégia de nutrição para que essa pessoa continue consumindo o seu conteúdo — gerando valor para o seu negócio — e, ao mesmo tempo, para levá-la até o fundo do funil. Nesse caso, quando ela reconverter, você pode, por meio de forms inteligentes, deixar alguns campos já preenchidos para facilitar a conversão e ainda pedir novos dados.

    Veja o exemplo do nosso Guia do Google Analytics, que usamos anteriormente:

    guia completa do google analytics

    Esse é o formulário para quem nunca preencheu uma das nossas Landing Pages.

    Já esse é o formulário para quem já baixou algum outro material:

    landing page planejamento de marketing

    Essas informações já estavam pré-preenchidas e a pessoa, ao realizar um novo download, pode apenas clicar em “enviar”, e ter um processo de conversão muito mais simples e prático.

    Além disso, você pode trocar as informações que pede e, ao realizar uma nova ação, você terá novos dados sobre o seu lead, enriquecendo mais ainda a sua base! Por isso, é importante buscar em sua ferramenta de automação se essa possibilidade existe e extrair o máximo dela!

    Mobile friendly

    Na verdade, investir em mobile friendly pode nem ser considerado uma otimização, mas vale sempre lembrar: as pessoas consomem muito conteúdo por meio dos seus smartphones, por isso, você precisa otimizar as suas LPs para esses dispositivos.

    Mais adiante, vamos falar sobre as estratégias de divulgação de Landing Pages, e você vai perceber quantas delas são muito mais usadas em celulares do que nos desktops. Por isso, se você não quer perder nenhuma conversão, precisa criar páginas responsivas, que também proporcionem uma excelente experiência por meio desses dispositivos.

    Dicas de como fazer SEO para landing page

    Veremos agora algumas dicas certeiras de como fazer SEO para landing page.

    Escolher a palavra-chave com cuidado

    É imprescindível que você cuide da sua palavra-chave, já que estamos falando de SEO. Então, certifique-se de usar o termo ideal para aumentar suas chances de ranqueamento e sucesso nas páginas de resposta.

    O recomendado para LPs é investir em palavras-chave long tail, mais específicas, que geram mais valor para uma intenção detalhada.

    Com uma keyword mais específica, você correrá menos riscos de concorrer com outros conteúdos menos diretos, como um blog post simples de atração. Somente as pessoas certas encontrarão a sua LP.

    Além de escolher bem, é importante orientar o seu conteúdo para a palavra-chave. Escreva a palavra-chave em momentos estratégicos, use variações semânticas e crie um texto que faça sentido.

    Otimizar seu conteúdo

    Nossa segunda dica tem a ver com a qualidade do seu conteúdo. Como você já imagina, os algoritmos dos sistemas de busca estão cada vez mais inteligentes e conseguem também identificar a qualidade de um texto. Quanto melhor o conteúdo é para o leitor, melhor ele é para o motor de busca.

    Isso inclui uma redação impecável, uma redação que gere interesse no leitor, mas que também entregue algum valor. É importante que o texto chame a atenção da persona para o que será oferecido, apresente de forma sucinta a oferta e sirva como um gancho para que a pessoa queira saber mais.

    Criar um bom snippet

    O snippet é o quadro de informações resumidas que aparece para o usuário quando ele realiza uma busca no Google. É composto de um título, uma URL e uma meta descrição. Um bom resumo garante que o leitor vá conferir o site em busca de algum valor ou alguma informação útil.

    Para melhorar seus resultados de SEO em landing pages, invista em bons snippets. Escreva uma descrição que condense bem o que será apresentado e que também deixe uma sensação de curiosidade no ar.

    Analisar seus resultados

    No Marketing Digital não tem outro jeito: é preciso mensurar tudo. Avalie os seus resultados com a landing page e entenda em detalhes o que precisa ser melhorado a partir do que os indicadores estão dizendo.

    Analise a taxa de rejeição, os cliques, a permanência, os cliques no botão da LP e outras métricas. Tente entender o comportamento do usuário para traçar estratégias.

    Quando implementar novas ideias, é importante que você continue acompanhando os resultados. O SEO atual é continuamente experimental, com foco em testes e nas métricas em andamento. Assim, você poderá traçar outros caminhos e otimizar ainda mais suas escolhas.

    Melhorar a velocidade de carregamento

    Um ponto importante que geralmente é negligenciado é a velocidade de carregamento de uma página. Com sua LP, não é diferente: é necessário otimizar essa métrica para obter melhores resultados nas páginas dos motores de busca.

    Para isso, você pode checar questões técnicas da página, como a compressão e a qualidade das imagens, bem como usar plugins para ajudar nessa melhoria.

    A velocidade de carregamento está muito ligada à forma como o site está estruturado em termos de design e de codificação.

    Assim, é necessário melhorar o HTML, o CSS e atender a regras para melhorar esse número. Hoje, você pode ir direto no código, seguir boas práticas e recorrer a plugins para ajudar, como os que limpam cache.

    Como criar uma Landing Page, na prática?

    Agora que você já sabe por que as Landing Pages devem fazer parte da estratégia do seu negócio, que tal conferir um exemplo prático de como criar uma? Acompanhe as dicas que separamos, a seguir!

    Título e subtítulos

    Como dissemos, o título e os subtítulos devem ser chamativos, atraentes e não devem deixar dúvidas sobre o que a persona encontrará no material. Afinal, eles são as primeiras informações que ela vê ao acessar a sua página. Veja os exemplos, abaixo:

    • E-book sobre marketing digital.
    • Tudo que você precisa saber sobre marketing digital para ter sucesso no seu negócio.

    Qual dos dois é mais atrativo e desperta o interesse pela leitura? O segundo, não é mesmo? Por isso, você deve usar toda a sua criatividade para criar títulos e subtítulos irresistíveis para as suas LPs. Assim, as chances de a persona inserir os seus dados nos formulários aumentam expressivamente.

    Outras dicas interessantes que você pode utilizar são:

    • usar listas numeradas;
    • aguçar a criatividade da persona;
    • utilizar palavras como “grátis” ou “trial”;
    • citar o nome de um profissional reconhecido no mercado. 

    Texto

    Infelizmente, apenas títulos e subtítulos incríveis não são suficientes para que o leitor se sinta motivado a executar alguma ação na sua LP. Por isso, é importante ter atenção ao texto utilizado na descrição da sua oferta.

    Aqui, é importante ser objetivo, sucinto e, ao mesmo tempo, aguçar a curiosidade do leitor para adquirir o material. Algumas dicas que você pode utilizar são:

    • destacar os aspectos mais relevantes do material ofertado;
    • usar bullets points;
    • apresentar brevemente os benefícios do material.

    Veja um exemplo de uma LP aqui da Rock:

    landing page

    Imagens

    Você conhece o ditado que diz: “uma imagem vale mais que mil palavras”? No caso das LPs, não é diferente. As ilustrações servem para chamar a atenção do leitor e para incentivá-lo a adquirir o material oferecido pela sua empresa. Por isso, não deixe de escolher imagens que realmente façam sentido com o material que você está oferecendo.

    Por exemplo, se você está disponibilizando um e-book sobre planejamento financeiro, que tal inserir a imagem de alguns gráficos ou de uma planilha com algumas contas? Dessa forma, o leitor se sente mais atraído a inserir os seus dados e executar alguma ação na sua LP.

    Layout

    Tão importante quanto as imagens, investir em um layout atrativo é fundamental para prender a atenção do leitor. Afinal, ele ajuda a convencer o usuário de que ele deve adquirir o material.

    Por isso, é importante que você escolha um design que tenha relação tanto com a sua empresa quanto com o produto oferecido. Além disso, utilize cores claras e não exagere nas informações, para que a página não fique poluída.

    Formulário

    As informações inseridas nos forms são muito importantes para a tomada de decisões no seu negócio. Por isso, avalie quais dados devem ser coletados nesse momento. Geralmente, as empresas solicitam informações, como:

    • nome;
    • email;
    • telefone;
    • local de trabalho;
    • cargo.

    Mas atenção: não exagere na quantidade de dados que o leitor deve preencher no seu formulário, ok? Além de gerar um incômodo, por fornecer tantas informações pessoais apenas para adquirir um e-book, por exemplo, a pessoa pode desistir de acessar o material, por achar o processo muito burocrático.

    CTA

    Criar uma CTA convidativa na sua Landing Page é essencial para que o usuário execute alguma ação na sua página. Para isso, você deve inseri-la em uma posição estratégica, que pode ser abaixo do formulário.

    Além disso, é importante que seja destacada em uma cor que dialogue com a sua LP, e que tenha uma frase atrativa, como: “acesse gratuitamente” ou “baixe agora”. 

    Página de agradecimento

    Como explicaremos mais adiante, as páginas de agradecimento, ou Thank You Pages, são o primeiro contato do usuário após se tornar um lead da sua empresa. Por isso, é importante que você envie uma mensagem de agradecimento de forma humanizada e cordial. Assim, o leitor se sente valorizado pelo seu negócio.

    Para criar uma página de agradecimento de sucesso, você deve definir quais objetivos quer atingir, e personalizá-la de acordo com eles. Além disso, é importante considerar o estágio do lead, para que ela consiga aumentar as conversões do seu negócio. Para isso, você deve levar em consideração aspectos como:

    • materiais baixados anteriormente;
    • interações prévias do leitor com a sua empresa;
    • nível de conhecimento sobre o assunto.

    Veja um exemplo que utilizamos aqui na Rock:

    página de agradecimento

    Como você pode observar, essa página é utilizada para um lead que está nas fases mais a fundo de funil, ou seja, que já conhece a empresa e já sabe como ela pode ajudar o seu negócio. Para aqueles que estão tendo o primeiro contato com a empresa, o ideal é que sejam sugeridos conteúdos mais genéricos.

    Quais ferramentas podem ser utilizadas para a criação de Landing Pages?

    Como nós já demos várias dicas relacionadas a elas, e ainda sabemos que é fundamental ter uma boa ferramenta para criar Landing Pages, especialmente, conforme a sua estratégia for se desenvolvendo, vamos listar algumas das melhores para você.

    Lembre-se de que, além de criar páginas de conversão incríveis, é fundamental que essa ferramenta facilite a sua gestão de leads para que você possa escalar a sua estratégia e otimizar suas ações. Acompanhe!

    Ion Interactive

    ferramenta Ion é focada na criação de experiências interativas, possibilitando a produção de conteúdos de altos níveis de engajamento, como landing pages, infográficos, calculadoras, mapas e muito mais. Sua grande vantagem é que a ferramenta conta com vários templates e é altamente flexível.

    Assim, é possível criar inúmeras variações de uma mesma landing page para diferentes países e necessidades, de maneira ágil e prática. A parte mais interessante da ferramenta é o número de diferentes criações que podem ser feitas com o seu uso, unificando boa parte dos processos e necessidades de uma equipe de marketing.

    RD Station Marketing

    RD Station Marketing é uma ferramenta de automação nacional, criada pela Resultados Digitais e que, por esse motivo, tem uma enorme vantagem diante de outras opções disponíveis no mercado: além de mais barata, o pagamento não é feito em dólar, como outras ferramentas.

    Além disso, pensando na gestão dos seus contatos, o RD Station tem planos que permitem a integração dos times de Marketing e Vendas. Com isso, é possível otimizar a sua passagem de bastão e agilizar o processo de contato com as suas oportunidades. A ferramenta é fácil, prática e ideal para empresas com pequena e média gestão de contatos.

    Hubspot

    Hubspot é uma das ferramentas de automação mais utilizadas no mundo. Ela é ideal para estratégias de grande porte, com administração simples de centenas de milhares de contatos!

    Além de oferecer a possibilidade de integração com outras ferramentas, ela faz a gestão de contatos na passagem para o time de vendas e, posteriormente, quando eles se tornam clientes.

    A maior desvantagem da ferramenta são os preços, pois são cobrados em dólar, o que foge do orçamento de muitas empresas. Por isso, pede estratégias mais robustas e com maior budget. Porém, nos planos mais avançados, a riqueza de detalhes do histórico dos seus leads é realmente incrível!

    Unbounce

    Unbounce é famosa, especialmente, pela otimização das suas Landing Pages, com designs criativos e responsivos. Nela, você pode tanto usar os templates que já vêm com a plataforma quanto criar suas próprias versões, e utilizá-las de maneira simples e prática.

    Infelizmente, por oferecer todas essas funcionalidades e uma excelente plataforma de testes A/B, a Unbounce é uma das plataformas mais caras do mercado. Além disso, o pagamento também deve ser feito em dólar.

    O que são as Thank You Pages?

    A pessoa converteu, você já tem os dados na sua plataforma de automação e pode começar a geri-los. Porém, você quer melhorar ainda mais a experiência do seu usuário e gerar novas oportunidades com suas Landing Pages? Então, precisamos falar sobre as Thank You Pages.

    O que são?

    Thank You Pages são as páginas de agradecimento que aparecem assim que o usuário completa uma ação em uma LP. A ideia é que, após preencher os dados e clicar na CTA, ele receba uma mensagem para entender que sua ação foi concluída.

    Para isso, um simples pop-up pode resolver, mas as Thank You Pages têm uma variedade maior de possibilidades para você.

    Por que elas são importantes?

    Além de passar essa mensagem de que a ação foi concluída e dar um parecer para o seu contato de quais os próximos passos — clicar em um botão para fazer o download, esperar o conteúdo por email ou, simplesmente, avisar que ele conseguiu concluir o cadastro — as Thank You Pages são uma nova chance de conquistar o seu lead.

    Primeiramente, porque você pode agradecê-lo por ter baixado o material, o que é atencioso e mostra que se importa com a experiência dele. Além disso, elas são uma nova chance de realizar ofertas para os seus potenciais clientes:

    • oferecer outros materiais que tenham relação com o conteúdo da LP anterior;
    • levar o usuário de volta para o seu blog ou site;
    • ofertar logo os seus serviços ou produto, e promover o que nós chamamos de “levantada de mão”.

    Todas essas possibilidades mantêm o visitante em contato com você, aumentando o seu potencial de engajamento e dando novas oportunidades para que ele se identifique com a sua marca!

    Como fazer uma boa divulgação das suas Landing Pages?

    Você pode ter Landing Pages realmente incríveis, com materiais fantásticos e com ótimo potencial de conversão. Porém, se o que você quer são leads, é preciso muito mais que isso.

    Por isso, a divulgação do seu material é fundamental. Afinal, quanto mais pessoas visitarem a sua Landing Page, maiores as suas chances de gerar leads!

    Para ajudar, vamos listar alguns canais que podem impactar diretamente a sua divulgação e, consequentemente, a sua geração de oportunidades. Acompanhe!

    Email

    Imagine que, para começar uma estratégia de geração de leads, você tenha um blog funcionando e atraindo as pessoas no topo do funil. Isso é ótimo, porque blogs também são uma excelente ferramenta de captura de emails, seja assinando as newsletters para receber os novos conteúdos, seja para saber mais sobre a empresa.

    Por isso, você pode — e deve — utilizar esses emails para fazer a divulgação das suas Landing Pages e, com o tempo, segmentar essas pessoas por área de interesse. Assim, além de criar uma nova oferta para os seus e-mails, você ainda ajudará os seus subscribers a se tornarem leads, ou seja, oportunidades reais de negócio!

    Social

    As redes sociais têm um ótimo potencial de engajamento, e você pode usar isso a favor da sua estratégia de LPs. Por isso, divulgue os seus conteúdos ricos nessas mídias e incentive as pessoas a baixarem, marcarem os amigos, compartilharem e reagirem aos conteúdos. Dessa forma, é possível aumentar o alcance da sua divulgação e, assim, conquistar novos visitantes!

    Mídia Paga

    Por que não investir em Ads? Fazer Inbound Marketing — estratégias de atração como o Marketing de Conteúdo — não exclui a necessidade de investir em Outbound — como os anúncios.

    Especialmente, no início das suas ações e em materiais estratégicos — seja pelo valor que geram, seja pela palavra-chave associada a eles ou pelo nível no funil — podem ser impulsionados por anúncios, mais uma vez, aumentando o seu potencial de gerar novas oportunidades.

    Pense: se um blog post com Ads já é uma vantagem para atrair novos visitantes, imagine se esse anúncio trouxer leads para o seu negócio? Por isso, faça testes, entenda quais são os melhores canais e comece a usar essa possibilidade a seu favor.

    Parcerias

    As parcerias, além de facilitar a criação de um conteúdo — dividindo o trabalho e os custos —, são uma excelente oportunidade de multiplicar os seus resultados. Pense que todo o esforço feito na divulgação de um conteúdo será realizado duas vezes! Com isso, o seu alcance e o ROI — Retorno sobre o Investimento — desse material serão muito maiores.

    Entenda quais são as empresas que têm uma persona parecida com a sua e que não concorrem diretamente com você. Além disso, avalie a reputação e o quanto vocês podem criar um assunto que seja interessante para os dois públicos. Daí, é só criar um bom material e alinhar uma estratégia de divulgação que funcione para ambos.

    Mas, caso você já tenha o material em mãos e queira apenas uma parceria de divulgação, não tem problema: faça um acordo de compartilhar os leads gerados com a outra empresa e não pense que você sairá perdendo. Afinal, você terá o mesmo esforço para criar um conteúdo, porém, ele terá o dobro de visibilidade.

    Pontos de conversão no blog

    Pense no funil de vendas: qual é a etapa de maior visibilidade? Com certeza, o topo! Afinal, é por ali que a maioria das pessoas embarcam na sua estratégia. Além disso, é a etapa com maior potencial de alcance das pessoas, pelo número de conteúdo que ela tem e pelas técnicas de SEO que ajudam a conquistar bons lugares nos mecanismos de busca.

    O que muitas empresas perdem é a oportunidade de ampliar o seu meio de funil colocando pontos de conversão em seu blog. Seja dentro de um blog post, seja com pop-ups, com banners na lateral ou no final do blog, cada ponto de conversão é uma nova oportunidade de divulgar os seus materiais e gerar leads!

    Pense em como fazer isso de uma forma agradável, imaginando a experiência do usuário, e também que gere valor para ele. Você pode, por exemplo, colocar um material como CTA de um post, para que os visitantes possam saber mais sobre determinado assunto. Lembre-se de usar a criatividade: links, imagens ou, até mesmo, formulários dentro do corpo do texto podem funcionar!

    Criação de uma página exclusiva para os materiais ricos

    Outra excelente estratégia é ter um lugar em que as pessoas possam encontrar todos os seus conteúdos e, ocasionalmente, também divulgá-lo. Para isso, crie uma página com todos os seus materiais ricos e coloque pontos de conversão para ela em seu site e blog.

    Além de gerar valor para os usuários, essa página ajudará você a administrar os seus conteúdos. Adicionalmente, você terá inúmeras possibilidades de conversão concentradas em um só lugar.

    Caso você queira visitar uma página como essa, use de exemplo a nossa página de materiais ricos da Rock Content.

    As Landing Pages têm possibilidades infinitas para aperfeiçoar a sua estratégia, gerar mais oportunidades e, por isso, são indispensáveis quando falamos em Marketing de Conteúdo. Porém, para que elas realmente funcionem, é fundamental que você dê atenção a todos os pontos citados neste post, entendendo as necessidades da sua persona, como gerar valor para ela e como criar páginas que realmente convertem.

    Nós temos alguns outros materiais que podem ajudar nessa jornada:

    A partir disso, esperamos que você tenha muito sucesso na sua estratégia de geração de leads. Para isso, vale tudo: e-books, assinaturas, quizzes, jogos, testes grátis, podcasts, vídeos, webinars, divulgação de eventos, cursos e muito mais. Assim, você conseguirá gerar valor suficiente para que as pessoas queiram converter em suas Landing Pages e estejam dispostas a trocar as suas informações de contato por isso!

    Quer saber o que fazer depois de conseguir converter todos esses leads? Então, veja como interagir com os seus clientes por meio de conteúdos interativos.

    Compartilhe
    facebook
    linkedin
    twitter
    mail

    Inscreva-se em nosso blog

    Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

    Posts Relacionados

    Quer receber mais conteúdos brilhantes como esse de graça?

    Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email e participe da comunidade da Rock Content!